Gildina Roriz  (Magy)

O sol se põe, mas não leva a luz que brilha em mim...

Textos


     VERBO AMAR!
  
 
Se todo ser humano quer amar,
  e ser amado!
e  o amor é da vida um  elixir ...
  Por que será ,
   que o amor  verdadeiro,
  é tão raro ,
ou  já deixou de  existir ?
 

 Onde  é que o amor  habita ?
Em um lugar  bem distante ...
  Num  mundo qualquer

muito além  do horizonte ,
  entre fadas, elfos e pigmeus ,

e dos homens já  se esqueceu  ?
 
 Amor ...  é incrível, mas certo .
 Por mais que o procuremos, 
 nunca  está por perto , 
 à altura da  mão, 
 nem exposto à  visão.

 
... penso,
que  o verbo Amar ,
 que é  transitivo direto ,
 devia ser também concreto... 
 

 E  o  Amor ,
que é substantivo abstrato... 
 deveria ser : concreto, 

 palpável, visível, certo ,
 ter  cheiro, cor, consistência ... 
 Seria assim , facilmente encontrado,
 e reconhecido, pela consciência...

 tornando felizes, os enamorados!
 
  Goiânia , 29/04/06
 
Maria Gildina de Santana Roriz (Magy)
Enviado por Maria Gildina de Santana Roriz (Magy) em 16/11/2008
Alterado em 29/09/2014
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras