Gildina Roriz  (Magy)

O sol se põe, mas não leva a luz que brilha em mim...

Textos


Com que direito...
 
 
O tempo passa, as horas voam
num frenesi estonteante.
Hoje quero-te como amigo
não mais como amante!
 
Com que direito
vens me pedir paixão,
se tanto mal fisestes
ao meu coração?
 
De te esperar me cansei
Já nem me lembro que te amei
Administra o que é teu
Da minha vida cuido eu.
 
 Goiânia, 05/09/2010
Maria Gildina de Santana Roriz (Magy)
Enviado por Maria Gildina de Santana Roriz (Magy) em 06/09/2010
Alterado em 15/09/2013
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras